Aquela Luz
Leituras

Aquela Luz, por Jay Asher | Resenha

Dezembro 25, 2018

3 estrelas

3/5 estrelas

 

Aquela Luz é o livro perfeito para hoje, pois representa muito bem o espírito natalício! Apesar de Jay Asher me ter dececionado um pouco, visto que criou expetativas muito elevadas com as suas obras anteriores (como é o caso de Por Treze Razões), esta não deixa de valer a pena como uma leitura mais breve e leve.

Aquela Luz, por Jay Asher

Sinopse

Sierra e a sua família têm uma plantação de pinheiros no Oregon e todos os anos se deslocam para a Califórnia a fim de os venderem na época natalícia. Ela vê-se, então, longe da sua terra-natal nesta altura do ano e, apesar de sentir a falta das amigas, não se imagina a viver sem esta viagem e sem um lugar que já se tornou a sua segunda casa. Isto especialmente depois de conhecer Caleb, um rapaz muito giro e divertido, mas com um passado negro. Será que ela conseguirá aceitar esse lado oculto do rapaz por quem começa a apaixonar-se, mesmo sabendo que terá de voltar para o Oregon a seguir ao Natal?

Já tive milhentos pretextos para desistir mas, de cada vez que me recuso a fazê-lo, sinto uma vontade ainda maior de conseguir que as coisas entre nós resultem.

 

Tradução Manhosa

O principal fator que me fez dar menos estrelas a este livro foi precisamente a tradução. Pareceu-me estranha, pouco inventiva e demasiado apegada ao texto de partida. Notava-se, claramente, expressões americanas traduzidas à letra para o português, fazendo com que soasse pouco natural, assim como repetições desnecessárias e falta de outras tantas que já eram necessárias. “O Devon passou a noite inteira a falar da equipa dele de futebol de fantasia”, é um dos muitos exemplos de má construção frásica que saltam à vista e disturbam a leitura. Uma boa tradução deve fazer com que nem sequer nos passe pela cabeça que o texto original não foi escrito na nossa língua. Assim sendo, aconselho lerem em inglês.

Tirando estes percalços na leitura, a tradução de situações humorísticas foi muito bem construída, mantendo essa característica intacta. Talvez com um pouco mais de tempo e de revisão, o trabalho tivesse resultado muito melhor.

Esquece a racionalidade. A racionalidade não sabe aquilo que tu queres

 

Expetativas demasiado elevadas?

Para quem leu Por Treze Razões e Antes do Futuro, não fiquem à espera de algo semelhante, pois verão as vossas expetativas caídas por terra. É certo que fiquei desapontada e que não é a história mais emocionante e espetacular de sempre, mas não deixa de nos aquecer o coração e de nos fazer entrar no espírito natalício de uma maneira mágica. Para quem adora esta época festiva, romances leves e de rápida leitura, tenho a certeza de que gostará deste livro.

Aquela Luz book card

Cliquem aqui para comprar com 10% de desconto! Ao comprar através deste link ajudam a que o blogue cresça cada vez mais. Obrigada!


Para lerem a minha última resenha aqui no blogue sobre a obra de Claude Lévi-Strauss, Raça e História, basta clicar aqui.

1

Only registered users can comment.

Comenta aqui!